A lgumas marcas adaptaram os nomes dos seus carros para que fossem mais fáceis para nós falarmos ou mesmo para resumir o seu real signific...

Conheça os carros com nomes bizarros e seus significados

Algumas marcas adaptaram os nomes dos seus carros para que fossem mais fáceis para nós falarmos ou mesmo para resumir o seu real significado, porém, sem pensar que poderíamos associá-los com conotações sexuais ou palavras com significados irônicos. 

Confira abaixo os nomes mais bizarros de carros que circulam no Brasil e no mundo.




Chana

Algumas montadoras chinesas têm uma pronúncia complicada em seu país. Por isso, quando resolvem explorar outros mercados, especialmente os ocidentais, escolhem nomes mais fáceis de ouvir e falar. 

A Chang’an só não contava que a escolha para o mercado brasileiro acabasse virando motivo de piada. A marca Chana chegou em 2006 e não passou impune aos comentários maldosos quando se referia aos veículos comerciais da empresa - pois refere-se também a uma expressão chula para o órgão reprodutor feminino. 

O nome durou até 2011, quando então a chinesa optou por trabalhar mesmo com Changan por aqui.

AMC Gremlin
O nome dado ao modelo dos anos de 1970 foi inspirado numa criatura, que gostava de causar confusão e sabotar componentes mecânicos, especialmente aviões durante a Segunda Guerra Mundial.

A lenda desses seres acabou originando o filme Gremlin, de 1984. Se você assistiu, perceberá que o esquisito veículo é tão feito quanto os monstrinhos da telona.

Besta
Foi a van que mais rivalizou no Brasil com a VW Kombi, fazendo sucesso nas décadas de 1990 e 2000 como transporte alternativo.

As vendas em alta ofuscaram uma polêmica maior em torno do nome. A Kia Besta ajudou a promover a empresa sul-coreana no país.

O nome surgiu de uma adaptação de “Best A” (a melhor, classe A), como a Besta era chamada em alguns mercados. No Brasil, também faz relação ao animal usado para o transporte de carga, adequando à proposta do veículo.

Picanto
Lançado no Brasil em 2007, o subcompacto chamou atenção pelo nome que suscita a uma conotação sexual. E ele é assim chamado em quase todo o planeta, menos na Europa, onde é conhecido como Morning (manhã). 

Atualmente a brincadeira com o nome já esfriou. O Picanto tem origem no francês piquant, ou picante. O modelo é sinônimo de hatch premium e seu design moderno faz dele um dos mais bonitos do segmento. Em breve ganhará uma reestilização. 

Picasso
Outro na linha de interpretação do Picanto. Quando estreou por aqui, fez dobradinha com a marca Chana na roda de piadas. 

Na verdade, o nome é uma homenagem da Citröen ao pintor e escultor espanhol Pablo Picasso e usado pela marca como sobrenome para diversos modelos. A precursora no Brasil foi a Xsara Picasso, minivan familiar que fez um enorme sucesso nos anos 2000, sendo a mais vendida do segmento.

Deixou de ser produzida em 2004 para dar lugar a C4 Picasso. O portifólio da Citroën ainda tem o C3 Picasso.


Ford Pinto
Nos EUA, pinto é uma raça de cavalo (pônei) com pelagem branca e pintas de outra cor. Na década de 1970 a Ford decidiu lançar um modelo homenageando o animal. 

E acabou sendo um dos carros mais vendidos no período em que foi produzido, até 1980. Teve vida curta, apesar do sucesso, por que apresentava um problema de planejamento em sua concepção. 

O tanque de combustível ficava entre o eixo traseiro e o para-choque. Com isso, qualquer batida na traseira fazia vazar combustível. Isso motivou um recall de 1,5 milhão de unidades e vários processos.

Mazda Laputa



O kei car da marca japonesa foi produzido entre 1999 e 2006, mas nunca chegou a vir pelo Brasil ou qualquer mercado de língua espanhola, pois aí era piada na certa. 

O nome Laputa faz referência à ilha voadora do livro “As Viagens de Gulliver”, que quando traduzido para os países de idioma espanhol foi adaptado para Lapuntu. 

Pajero
O utilitário esportivo é um dos modelos de maior sucesso da marca japonesa. E se no Brasil o seu nome não representa nenhuma agressão aos ouvidos, em mercados que falam o espanhol ele é um palavrão. 

Pajero é um gíria relacionada ao ato de masturbação. Por isso há países em a Mitsubishi local decidiu trocar o nome para Montero.


Se gostou, por favor, deixa uma curtida! (=





Compartilhe este artigo!